Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Conquista: Vacinação para pessoas de 50 anos ou mais com diabetes se inicia nesta sexta


Chegou a vez dos moradores de Vitória da Conquista com diabetes mellitus se vacinarem contra a Covid-19. A partir desta sexta-feira (7), os portadores da doença com 50 anos ou mais começam a ver vacinado. Também continua a imunização de idosos de 60 anos ou mais, trabalhadores da Educação de 50 a 59 anos e pessoas de 18 a 59 anos com transplante, síndrome de Down ou imunossupressão.

Para comprovação, os portadores de diabetes devem apresentar relatório médico, receita médica ou cadastro de acompanhamento da Unidade de Saúde de referência. Já os trabalhadores da Educação devem apresentar o contracheque de abril de 2021. As pessoas transplantadas, com síndrome de Down e imunossupressão, com idade entre 18 e 59 anos, devem levar o relatório médico e/ou receita médica. Todos os públicos incluídos na vacinação devem apresentar o documento pessoal com CPF.

Das 9h às 16h, a vacina estará disponível no drive-thru na Universidade Federal da Bahia (Ufba) e nos pontos fixos para pedestres: quadra da Igreja Nova Sião, Escola Municipal Professora Fidelcina Carvalho Santos, Colégio Paulo VI, Paróquia Rainha da Paz, Salão Paroquial da Santa Luzia e quadra esportiva da Fainor.

Já a 2ª dose da vacina Oxford/Fiocruz para aquelas pessoas com retorno marcado no cartão de vacina para o dia 7 de maio prossegue, no drive-thru do Comando de Policiamento da Região Sudoeste (CPRSO) e também nos pontos fixos de pedestres, onde estarão vacinando com a primeira dose.

Doenças crônicas – Na imunização de pessoas com doenças crônicas e condições clínicas especiais, de 18 a 59 anos, estão incluídos apenas indivíduos transplantados de órgão sólido ou de medula óssea; pessoas vivendo com HIV; doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente maior de 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses, e neoplasias hematológicas.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também