Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

DEPUTADO WALDENOR REFORÇA APOIO E DESTINA RECURSOS DE EMENDA À CAUSA INDÍGENA

Em duas reuniões nas secretarias de Políticas para Mulheres (SPM) e na Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), o deputado federal Waldenor Pereira (PT) tratou, nesta última segunda-feira (22), de destinação de recursos de suas emendas de parlamentar ao fortalecimento da luta das mulheres indígenas na Bahia.

O deputado esteve acompanhado da secretária geral do MUPOIBA – Movimento Unificado dos Povos Indígenas da Bahia, Rutian Pataxó, primeiramente no encontro com a secretária Julieta Palmeira(SPM). Na SJDHDS, se reuniu com o coordenador de Políticas para Povos Indígenas Jerry Matalawê e a assessora jurídica do órgão, Marcela Botelho.


“A causa indígena tornou-se uma prioridade para nós, até em reconhecimento ao protagonismo dos povos indígenas neste ano de 2021,que nos sensibilizou muito”, enfatizou Waldenor Pereira, lembrando a presença de 6 mil indígenas de 174 etnias que fizeram o ATL-Acampamento Terra Livre- em Brasília,em agosto passado, em resistência à ameaça de aprovação do Marco Temporal no STF-Supremo Tribunal Federal), quando a Bahia teve a maior representação, com a presença de mais de 700 indígenas.
Waldenor Pereira esteve no ATL para levar o seu apoio e como presidente a Comissão de Legislação Participativa (CLP), da Câmara de Deputados, promoveu quatro audiências e duas reuniões técnicas voltadas para as questões dos povos originários e já tem agendadas mais duas audiências para este ano. Assim, realizou debates ao tempo em que aconteciam manifestações na capital federal, como a marcha das mulheres indígenas e o fórum dos estudantes indígenas e quilombolas.

Dentre as audiências da CLP, sob a presidência de Waldenor Pereira, voltadas para a causa, destaca-se a que discutiu as agressões de madeireiros e grileiros aos povos originários, com a participação do delegado da Polícia Federal Alexandre Saraiva, autor de queixa crime que resultou exoneração do então ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também