Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Presidente da Caixa Econômica é investigado por assédio sexual

Random image

Um grupo de funcionárias da Caixa Econômica Federal denunciou o presidente do banco, Pedro Duarte Guimarães, de 51 anos, por assédio sexual. Por conta dos casos, há uma investigação correndo sob sigilo no Ministério Público Federal. De acordo com os relatos de cinco mulheres, divulgados nesta terça-feira (28) pelo Metrópoles, os assédios aconteceram durante compromissos profissionais, principalmente, durante viagens realizadas por Pedro Guimarães pelo país para acompanhar o programa Caixa Mais Brasil.

As funcionárias, que trabalham diretamente com o gabinete da presidência da Caixa, contaram que as abordagens começaram no fim do ano passado e incluem toques íntimos, investidas inadequadas e convites incompatíveis com a relação entre o presidente e as funcionárias.

“É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas”, disse uma funcionária que não teve o nome revelado. “Ele trata as mulheres que estão perto como se fossem dele. Ele já tentou várias vezes avançar o sinal comigo. É uma pessoa que não sabe escutar não”, disse a funcionária do banco, acrescentando que as mulheres que recusam as abordagens passam a ser ignoradas por Pedro Guimarães.

Ainda de acordo com os relatos, as mulheres que chamam a atenção de Pedro, durante as viagens pelo país, são chamadas de ‘discos voadores’. Algumas delas são convidadas a trabalhar em Brasília, ou são promovidas, mesmo se preencher os requisitos para as vagas.

Uma das funcionárias contou que é o gabinete do presidente que fica responsável por escolher as mais bonitas para compor as comitivas que vão acompanhá-lo nas viagens. “Ele convida para as viagens as mulheres que acha interessantes”, afirmou outra vítima ao Metrópoles.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também