Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Em entrevista, Shelia Lemos faz avaliação da reunião da Frente Integra Sudoeste e diz que “foi o pontapé inicial”

 

Em entrevista ao  programa UP Notícias, da Rádio UP, nesta segunda-feira (02), Sheila Lemos (DEM) fez uma avaliação sobre o primeiro encontro para discutir a Frente Integra Sudoeste. O evento foi realizado na última sexta-feira (30), no auditório do Cemae.

Ao todo,  73 prefeitos que compõem a Macrorregião de Saúde definida pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) do Governo do Estado, por ser a delimitação geográfica e administrativa que engloba a maior parte dos municípios foram convidados. O evento conseguiu reunir 25 prefeitos, para discutir o desenvolvimento da região e também contou a particição  especial do prefeito de Petrolina (PE), Miguel Coelho, que também é secretário-geral da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), e apresentou os benefícios da integração dos municípios para o desenvolvimento regional.

A prefeita de Vitória da Conquista  agradeceu e fez uma avaliação positiva do evento. “Nós conseguimos na sexta-feira reunir prefeitos de 25 cidades da região Sudoeste, um evento muito importante, fica aí o meu agradecimento a Zé Concá, presidente da União dos Prefeitos da Bahia que aceitou o convite, agradecer também a Miguel Coelho que veio lá de Pernambuco para fazer uma pequena palestra para a a gente mostrando como a interação dos municípios pode fazer o desenvolvimento de uma região e é isso que a gente precisa aqui na região sudoeste”, disse Sheila Lemos.

Durante a entrevista ao radialista Deusdete Dias, a prefeita ainda ressaltou que a Frente Integra Sudoeste é apartidária e tem como objetivo unir a região para o seu desenvolvimento. “Juntar forças sem estar pensando em bandeira partidária. As eleições passando, nós temos que governar para todos, para quem votou e para quem não votou, então dessa forma a gente tem que fazer também em toda a região sudoeste, sem olhar nomeação partidárias dos prefeitos e nós temos que nos unir para ter uma região sudoeste forte”, contou Lemos.

A ideia da Frente Integra Sudoeste nasceu do entendimento entre a prefeita de Vitória da Conquista, Sheila Lemos, e do prefeito de Guanambi, Nilo Coelho, que é ex-governador do estado da Bahia. Os dois avaliaram que há muitas demandas comuns dos diversos municípios e projetos que, tendo investimentos, resultariam em ganho para toda a região. Como o polo têxtil, por exemplo.

“A gente precisa pensar em conjunto, o por que que trazer algum implemento vai ajudar toda a região? Quando eu estava conversando o prefeito Nilo Coelho que foi quando veio a ideia de fazer esse movimento, essa Frente Integra Sudoeste, a gente estava tratando do polo têxtil. Então Vitória da Conquista sempre ficou refém por causa da água, mas não mais para a gente ficar esperando, então vamos fazer com o que dá para ser feito.  Então vamos trazer o polo têxtil para Conquista. Sim, mas a fiação, como que se faz? Então vamos colocar a indústria de fiação lá em Guanambi porque lá tem algodão na região, dá para ser lá. E a tinturaria? Vamos colocar a tinturaria onde tem oferta de água, não precisa ser em Conquista, é em outra cidade, aí veio vamos juntar as forças de cada região, cada cidade tem um atrativo e nessa grande indústria que é o polo têxtil  a gente te vai usando o atrativo de cada cidade para se trazer o polo têxtil para conquista. Então, naquela relação do ganha, ganha, unidos nós todos vamos ganhar e é isso que nós estamos querendo na região sudoeste. Foi o pontapé inicial a gente sabe que essas tratativas não podem parar por aí, a gente tem que continuar discutindo”, explicou Lemos.

Entre as pautas debatidas visando o desenvolvimento da região estão a barragem do Rio Pardo; um ramal da Ferrovia de Integração Oeste Leste (Fiol) até Vitória da Conquista; a duplicação da BR 116, que está atrasada em, pelo menos, oito anos, e a revitalização e ampliação do setor agropastoril (bacia leiteira, citricultura, ovinocultura, cafeicultura, entre outros potenciais), além do fortalecimento da  cafeicultura.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também