Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Conquista: 1ª dose da vacina contra o Coronavírus será para adolescentes de 17 anos e 3ª dose para 85 anos ou mais e imunossuprimidos graves

Nesta quarta-feira (15), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu uma remessa com 9.066 doses da vacina Pfizer, que serão destinadas, exclusivamente, para a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos e para a 3ª dose de idosos com mais de 85 anos e de imunossuprimidos graves com 18 anos ou mais, conforme a determinação do Ministério do Saúde.

Das 9.066 doses, 3.738 são para vacinação dos adolescentes, atendendo inicialmente a faixa etária de 17 anos, e 5.328 delas serão utilizadas para aplicação da 3ª dose em idosos e imunossuprimidos graves (18+). A vacinação desses públicos será iniciada amanhã (16). As informações sobre horários e locais da vacinação serão divulgadas ainda hoje.

“Essas vacinas estão vindo exclusivamente para os públicos definidos e nós vamos seguir rigorosamente as recomendações da Sesab e do Ministério da Saúde. As pessoas maiores de 18 anos não devem procurar os pontos de vacinação do dia da vacinação dos adolescentes, pois eles não poderão se vacinar com essa imunizante neste momento”, explica secretária municipal de saúde, Ramona Cerqueira.

Pela internet, foram feitos 17.790 cadastros de adolescentes para vacinação. A estimativa da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) é de que 33.971 adolescentes de 12 a 17 anos que residem no município sejam vacinados , considerando o público que não possui acesso à internet e não fez o cadastro. A SMS também considera uma procura maior pelo cadastramento.

Quanto à 3ª dose, a precisão é de vacinar 12.386 idosos com 85 anos ou mais.

Os adolescentes serão vacinados apenas por escalonamento de faixa etária, independente de terem ou não comorbidades.

A 3ª dose dos idosos a partir de 85 anos será aplicada também por escalonamento de faixa etária, desde que tenha completado o período de seis meses após a 2ª dose. A vacina será a da Pfizer, independente do tipo de imunizante que o idoso ou imunossuprimido tenha recebido anteriormente.

A dose de reforço também atenderá pessoas com alto grau de imunossupressão, por escalonamento de faixa etária, após 28 dias da 2ª dose, incluído apenas os casos de Imunodeficiência primária grave; Quimioterapia para câncer; Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras; Pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4; Uso de corticóides em doses iguais ou maiores que 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 ou mais dias; Uso de drogas modificadoras da resposta imune; Pacientes em hemodiálise; e Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também