Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Conquista: Prefeita fala de importância de vacina e de passo a passo da obtenção de empréstimo internacional

Nesta sexta-feira (21), a prefeita Sheila Lemos utilizou o seu espaço no programa de rádio Momento Conquista, produzido pela Secretaria Municipal de Comunicação (Secom),.para falar com os cidadãos sobre dois assuntos importantes neste momento: a necessidade da vacinação e de se redobrar os cuidados para evitar a Covid-19 e o empréstimo internacional aprovado no mês de dezembro.

Sheila destacou que a contaminação pelo novo coronavírus aumentou não apenas em Vitória da Conquista, mas é um reflexo do cenário nacional e mundial, devido ao avanço da variante Ômicron. “E tudo o que sabemos é que só a vacina impede uma tragédia maior”, disse a prefeita, conclamando a população a se vacinar com todas as doses.

Ela lembrou que a vacina contra a Covid-19 está disponível nas unidades de saúde e em pontos de vacinação disponibilizados pela Prefeitura em vários bairros. “É verdade que às vezes acaba primeiro em um ou outro posto, porque a quantidade que a Secretaria Municipal de Saúde recebe não dá para vacinar todo mundo de uma vez, mas está sempre chegando e nós vacinando”, explicou Sheila, que enfatizou, ainda, a necessidade de outros cuidados, como o uso contínuo de máscaras, distanciamento social e higienização das mãos.

Também no Momento Conquista, a prefeita explicou como é o processo de obtenção do empréstimo internacional de cerca de R$ 400 milhões aprovado para o município no último mês. O financiamento colocará em prática o ProUrbs, o maior projeto de obras da história de Vitória da Conquista, que inclui pavimentação e drenagem de mais de 300 ruas, além de outras melhorias na infraestrutura.

A previsão de início de chegada do dinheiro e de execução das obras é no primeiro semestre de 2023. “São várias etapas antes do dinheiro começar a chegar e nós cumprimos duas: fizemos o projeto, e conseguimos aprovar na Cofiex, que é o órgão do Governo Federal que aprova os projetos e dá o primeiro aval. Depois vem a autorização da Câmara de Vereadores”, esclareceu a gestora, explicando que em seguida, quem tem de aprovar é o Senado, antes de o presidente da República chancelar. “Aí, a gente poderá ir ao Banco Latino-americano de Fomento assinar a papelada do financiamento”, completou Sheila.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também