Blog do Sena – Vitória da Conquista- Bahia

Artigo:Quem tem projeto de Desenvolvimento para Vitória da Conquista?

Random image

Por Isaac Bomfim Pereira Reis*

Vitória da Conquista é a terceira maior cidade do Estado da Bahia, mas não é só isso: É também um dos melhores municípios do Brasil para se viver, polo de serviços em Saúde e Educação e se tornou referência no Nordeste com a junção de desenvolvimento econômico e social, no entanto, nem sempre Conquista foi reconhecida pelas qualidades e dinamismo de sua gente.

A Primeira metade da década de 90 na cidade é marcada pelo desmonte dos serviços públicos e pelo abandono da Administração Municipal, refém de secretários-coronéis que utilizavam-se da máquina pública para interesses privados e de uma Câmara de Vereadores subserviente ao Executivo em detrimento da população que a elegeu. Não podendo nos olvidar também da situação dos servidores que não tinham condições de sobreviver diante da falta de pagamento de salários e do descaso dos gestores públicos da época, Vitória da Conquista tinha mais motivos para lamento, do que para se orgulhar.

O cenário atual de desenvolvimento socioeconômico não foi obra do acaso: Da situação caótica do começo dos anos 90, Vitória da Conquista, a partir da eleição do Partido dos Trabalhadores em 1996, entrou no começo do novo século com uma rede estruturada de serviços públicos, desenvolvida através de um tripé com base em Saúde, Educação e Assistência Social com políticas que se tornaram referência nacional e que foram disseminadas por todo o território brasileiro durante o Governo Lula.

O projeto Petista para Vitória da Conquista ainda contou com a austeridade das contas públicas, com a valorização dos servidores e com o controle social através do avivamento e criação de conselhos municipais, somando-se aos investimentos em urbanização com a construção e duplicação das principais avenidas da cidade e com vetores importantes para o desenvolvimento econômico.

A descontinuação do projeto do Partido dos Trabalhadores em Conquista ocorreu em 2016, após 20 anos, através da eleição de Herzem Gusmão. A “mudança” propagada pelo radialista, financiada pelos irmãos Lucio e Geddel, se confirma a cada dia do seu desastroso governo.

Herzem foi eleito sem apresentar um projeto consistente para a complexidade que uma cidade como Vitória da Conquista exige, seu programa de governo foi composto de elucubrações que não possuíam nexo com a realidade, o principal ingrediente de sua campanha foi o “antipetismo” e parece ser a principal pauta da sua pífia gestão.

Não existe entrevista ou comentário do prefeito, secretários, ex-secretários e até mesmo de cabos eleitorais arrependidos – que tentam se viabilizar eleitoralmente – , em que não se fale do Partido dos Trabalhadores, enquanto isso a população sente diariamente os efeitos de uma gestão que, em pouco tempo, fez a cidade regredir drasticamente.

O PT de Conquista sempre esteve ao lado da população e construiu um projeto de governo que possui diretrizes claras de valorização do ser humano, da busca pela justiça social e da geração de emprego e renda. Os indicadores econômicos e sociais de 1997 a 2016 ainda estão vivos no cotidiano e na realidade da população, apesar do desastre Herzem Gusmão. Ademais não resta dúvidas do compromisso de que nosso campo político realizará a autocrítica necessária de nosso projeto, com a atualização indispensável que nossa Cidade exige e merece.

Os antigos afirmam que “se conselho fosse bom, não se dava, se vendia”, no entanto, me arriscarei a aconselhar os grupos políticos que tentam se viabilizar para as eleições de 2020: Não escondam que foram vocês quem ajudaram a eleger Herzem Gusmão e nem se apequenem no discurso de ódio de quem faz política com o fígado, combatam o bom combate da política, pelo bem de nossa cidade e das futuras gerações e principalmente saiam do discurso raso do “antipetismo”, apresentem um projeto viável para a cidade e seus munícipes, Vitória da Conquista merece e precisa de um debate político que respeite a sua população e que tenha condições de absorver os principais desafios que a cidade enfrenta.

*Isaac Bomfim Pereira Reis é filiado ao Partido dos Trabalhadores ( PT ) de Vitória da Conquista, atualmente ocupa a Vice-presidência Estadual do PT na Bahia.


Curta e Compartilhe.

Deixe um Cometário


Leia Também