Empresário multimilionário acusado de estuprar duas adolescentes ainda não foi preso pela Polícia Civil de Conquista

Conforme foi divulgado pela Blog do Sena na última terça-feira (30), um empresário multimilionário da cidade de Ubatã, foi preso acusado de estuprar duas adolescentes. O delegado Fabiano Aurich deu uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (31) para dar maiores detalhes sobre o caso.

Apesar de ter acontecido no sul do estado, o caso foi investigado pela Polícia Civil de Vitória da Conquista por causa do grande poder de influência do empresário. Assim, as autoridades ficaram receosas de acabar havendo alguma influência sobre a investigação e também de que ele fosse informado antes do medo apropriado.

Segundo o delegado, as vítimas são duas irmãs que tinham 15 e 13 anos na época dos abusos. As vítimas narraram com detalhes os abusos e também objetos, incluindo lingeries, que o empresário mantinha em casa e que gostava que as vítimas usassem. “As irmãs decidiram contar ao pai o que estava acontecendo por ficarem temerosas de que algum mal pudesse acontecer ao pai ou que a irmã mais nova fosse a próxima vítima”, afirmou o delegado.

Apesar de a prisão temporária do empresário já ter sido decretada, ele ainda não foi preso por estar fora da cidade. O delegado disse que acreditasse que ele tenha viajado por conta de um compromisso, mas já existem duas equipes tanto no interior do estado quanto na capital empenhadas em realizar a captura dele.

O delgado disse ainda que existe um vídeo do ato contra uma das vítimas, mas que tudo depende agora de análise judicial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.