Mesmo vacinado, Técnico em enfermagem morre após ser infectado pela Covid-19

Quatro trabalhadores da área da saúde e quatro pacientes foram infectados com o novo coronavírus dentro do Hospital Regional de Eunápolis depois que uma mulher com câncer deu entrada na UTI da instituição, semana passada. A informação foi revelada ao RADAR 64 por uma profissional, que não quer ser identificada.

Um dos profissionais, o técnico em enfermagem Ítalo Santos do Carmo, de 33 anos, morreu nesta sexta-feira (26) vítima da Covid-19. Ele trabalhava na UTI do Regional e também era auxiliar de neurocirurgia no Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro, onde residia. O corpo de Ítalo será enterrado em Jequié, sua cidade natal.

Todos os profissionais de saúde infectados no Hospital Regional começaram a apresentar os primeiros sintomas na quarta-feira (24). Segundo uma colega que trabalhava com Ítalo, ele passou mal na quinta-feira (25) e deu entrada no Luís Eduardo Magalhães. “Ele vinha reclamando de dores no corpo, náusea e fraqueza, mas só ontem [quinta-feira] foi ao hospital. Evoluiu muito rápido”, contou a colega, que também foi contaminada.

JÁ HAVIA SIDO VACINADO

Um fato que causa estranheza é que Ítalo já havia tomado as duas doses da CoronaVac há mais de 15 dias, período em que a imunização contra o vírus está completa. A colega de Ítalo não foi vacinada contra a Covid porque o caso dela é de reinfecção. A primeira contaminação dela ocorreu em 19 de janeiro e a segunda, na semana passada.

TESTAGEM

A contaminação dos profissionais e de outros pacientes no Regional ocorreu porque a UTI do hospital não recebe pacientes com coronavírus e não costumava testar os que davam entrada na unidade intensiva. A partir de agora, todos os pacientes passarão por testagem antes de subir para a UTI, disse a fonte. Radar 64

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.