“O que nos espanta é o baixo nível do Chefe de Gabinete”, afirma presidente Municipal do PT sobre comentários de Marcos Ferreira

Os comentários feitos pelo Chefe de Gabinete Civil da Prefeitura de Vitória da Conquista, Marcos Ferreira, seguem repercutindo muito mal no município.

Ferreira utilizou de seu programa na Rádio Band, na qual também é diretor, na última quinta-feira (25), para criticar duramente a antecipação do toque de recolher pelo Governo do Estado e também a decisão do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), que negou o recurso impetrado pelo município pedindo que o toque de recolher permanecesse às 20h e não às 18h. O que chamou a atenção foi a quantidade de palavrões e xingamentos utilizados em seu comentário, muitos deles dirigidos ao governador Rui Costa. A atitude gerou críticas dos vereadores e de outras autoridades.

Na sexta-feira (26), o presidente municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Isaac Bonfim, se manifestou sobre o assunto. “É uma situação inédita no Brasil o Chefe de Gabinete ser diretor de uma rádio ao mesmo tempo, isso deveria ser revisto pela prefeita. O que nos espanta é o baixo nível dele, porque discordar é da democracia, mas usar aquele tom contra autoridades e instituições, incluindo o governador Rui Costa, precisa ser repudiado por toda a sociedade conquistense”, afirmou.

Isaac também cobrou da prefeita Sheila Lemos (DEM) um posicionamento acerca da atitude do Chefe de Gabinete. “A prefeita precisa dizer se aquilo dali é o que ela pensa. Porque, se for o que ela pensa, ela precisa vir a público e falar, não usar um papagaio, como é o senhor Marcos Ferreira, para dizer isso. Caso não seja isso o que ela pensa, o nome do senhor Marcos Ferreira precisa estar no Diário Oficial amanhã, porque o que ele disse foi vergonhoso, e não foi vergonhoso para o PT não, foi vergonhoso para Vitória da Conquista”, cobrou o presidente.

Sobre as críticas feitas ao toque de recolher e às medidas restritivas impostas pelo Governo do Estado, Isaac afirmou que as medidas são necessários, diante do momento crítico das pandemia. “Essas medidas são necessárias para salvar vidas humanas, não existe economia sem vidas. Nós podíamos ter comércio aberto e a vida funcionando normalmente de tivéssemos vacina. A gente não ouve esses radialistas que promovem essas críticas, levantando a discussão de que o Governo Federal boicotou as vacinas”, avaliou.

O presidente disse ainda que o partido vai divulgar uma nota de repúdio às afirmações do radialista. Marcos Ferreira estava à frente da Secretaria de Comunicação da Prefeitura até meados desse mês. Atualmente, ele segue à frente do Gabinete Civil.

Confira o vídeo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.