Com Covid-19, Silas Malafaia não irá mais orar com Bolsonaro

Após ser diagnosticado com Covid-19, o pastor Silas Mafalaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, não irá mais encontrar Jair Bolsonaro nesta segunda (29). A informação é da Folha de S.Paulo.

Ele esteve com o presidente há duas semanas, no dia 15 de março. Na ocasião, Malafaia, Bolsonaro e outros pastores gravaram um vídeo para convocar “todo o povo de Deus” a fazer um “jejum em favor da nação brasileira”. Após o jejum de meia-noite a meio-dia com abstinência de qualquer alimento e água, Malafaia voltaria com a comitiva pastoral na segunda para orar com Bolsonaro.

O líder religioso afirmou à Folha que sua esposa, a tamém pastora Elizete Malafaia, também contraiu o coronavírus, mas, segundo o marido, já se recuperou. “Minha esposa já saiu da Covid-19. Eu que ainda estou, devo estar nos últimos dias com esta tralha”, disse.

“Tem que pegar, né? A gente lida com pessoas, com seres humanos”, diz Elizete. “Fui assintomática, graças a Deus. Vambora para frente, que a vida continuar, e Deus tem muito a fazer.”

O pastor afirma que o casal está bem. Malafaia ainda diz que desde setembro toma ivermectina, medicação sem eficácia comprovada para o tratamento da enfermidade, além das vitaminas D e K12. Ele segue gravando vídeos para as redes sociais, em casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.