Conquista: Vereador critica palavrões usados pelo chefe de gabinete Marcos Ferreira e cobra respeito

O vocabulário chulo e desrespeitoso utilizado pelo chefe de gabinete da Prefeitura de Vitória da Conquista e ex-secretário de Comunicação, Marcos Ferreira, durante o programa que apresenta na Band Fm, na noite da última quinta-feira (25), chamou a atenção e gerou críticas.

Ao criticar a antecipação do horário do toque de recolher decretado pelo Governo do Estado, das 20h para às 18h, Marcos Ferreira utilizou uma série de palavrões e xingamentos que não serão reproduzidos pelo Blog do Sena em respeito aos seus leitores.

“Está tudo combinado para lascar com tudo. […] Aglomera todo mundo nos ônibus, morre todo mundo, baixa o oxigênio. Está tudo combinado, está em 300 mil vai para 400 mil, 500 mil”, disse se referindo ao número de óbitos.

Na sessão ordinária desta sexta-feira (26), o vereador Ricardo Babão criticou a postura de Ferreira enquanto chefe de gabinete e enquanto radialista. O vereador também cobrou mais respeitos às instituições e governantes. “Ele não sabe de exerce o papel de chefe de gabinete ou de radialista. É chato um chefe de gabinete, porque eu tenho certeza que a prefeita Sheila Lemos não pode ele para falar esse tipo de coisa, deve ser iniciativa própria, peça exoneração do cargo e vá ser radialista. Mas respeite as entidades, respeite a Casa do Povo, respeite o Executivo e respeite o governador”, criticou o vereador.

Em entrevista ao Blog do Sena na última quinta-feira (25), Sheila apresentou uma postura muito diferente da do chefe de gabinete. Ela disse que não cabia descumprir o decreto, uma vez que o recurso apresentado pelo município ao Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA) para manter o horário do toque de recolher às 20h foi negado.

Confira o vídeo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.