Feira de Santana não vai aderir ao toque de recolher às 18h determinado pelo governo do estado

Com ocupação máxima nos leitos de UTI e com uma média diária de 200 novos casos de Covid-19, Feira de Santana não vai aderir à antecipação do toque de recolher, decretado pelo governo do estado.

A informação foi confirmada pela assessoria da Prefeitura, em contato com o BNews.

Na manhã deste sábado (20), o hospital de campanha montado no município exclusivamente para atender a demanda de pacientes com o novo coronavírus não tinha nenhuma vaga entre os 20 leitos de UTI. Já os leitos clínicos estão com 84% de taxa de ocupação. 

O governador Rui Costa (PT) anunciou a antecipação em duas horas do toque de recolher, que passará a valer na próxima segunda-feira (22), das 18h às 5h. Dentro deste horário, fica proibida a circulação de pessoas, exceto em caso de atividades essenciais.

Os supermercados e atacados só vão poder comercializar produtos de alimentação e higiene, sem permissão para outros considerados não essenciais, como roupas e eletrodomésticos.

De acordo com a assessoria, o prefeito Colbert Martins Filho (MDB) decidiu aguardar até segunda-feira para avaliar a situação do município, e reforçou o pedido feito ao Governo da Bahia pela proibição do transporte intermunicipal. 

Em nota, o prefeito Colber informou que vai manter as medidas restritivas vigentes até a segunda-feira (22) e reforçou as regras específicas do município. Nos fins de semana, só é permitido o funcionamento de atividades essenciais e a proibição do comércio de bebidas alcoólicas, inclusive por meio de delivery.

Somente nesta sexta-feira (19), 356 novos casos da doença foram contabilizados, de acordo com boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de Saúde. No total, a cidade já teve 70.747 pessoas contaminadas.

Desde o iníco da pandemia, 506 feirenses morreram vítimas da Covid-19.

*BNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.