Conquista: Moradores se revoltam com exclusão de linhas na licitação do transporte público

Vários moradores de Vitória da Conquista têm questionado o Edital de Licitação 002/2021, que tem como objetivo contratar as empresas que vão operar o sistema de transporte coletivo urbano na cidade. As reclamações começaram desde que o edital foi publicado no diário oficial da última sexta-feira (17).

A questão é que alguns bairros da cidade e o distrito do Pradoso tiveram as linhas excluídas do edital e não serão mais atendidas pelas empresas de ônibus que vencerem a licitação. Ao todo, ficaram de fora da concorrência linhas de ônibus de oito bairros e do distrito do Pradoso, sentido Centro. São elas : R03 – PRADOSO / CENTRO; R04 – SANTA MARTA / CENTRO;  R11 – CONVEIMA / CENTRO RODOVIÁRIA; R13 – GUARANI / CENTRO; R17 – LAGOA DAS FLORES / CENTRO; R24 – CRUZEIRO / CENTRO; R27 – CAMPO VERDE / CENTRO; R62 – ALTO MARON / CENTRO e R65 – AEROPORTO / CENTRO.

A prefeitura classificou essas áreas como adensamentos populacionais e justificou que o serviço nestas localidades serão realizadas por vans. No entanto, a notícia não agradou a população destas localidades. Desde que foi divulgado o edital, vários moradores têm protestado nas redes sociais e marcado o perfil do Blog do Sena, assim como o da prefeita em exercício Sheila Lemos (DEM) e da prefeitura municipal de Vitória da Conquista.

Em uma dessas publicações, uma moradora do distrito do Pradoso mostra toda a sua indignação e pede o apoio da sociedade, das autoridades e da imprensa local para que a insatisfação dos moradores da localidade seja ouvida:

“Peço que compartilhem nas redes! Marquem os amigos, marquem a prefeitura,  a prefeita em exercício Sheila Lemos, marquem os blogs, as autoridades, as pessoas que vocês acharem que teremos alcance de sermos ouvidos. Não podemos nos calar. Eles aproveitaram a pandemia para retirar o nosso transporte. Não podemos ir às ruas, mas podemos usar as redes para divulgar que estamos insatisfeitos e não vamos ficar de braços cruzados. Juntos somos mais fortes”, disse a moradora.

A situação do transporte público vem gerando insatisfação e revolta dos usuários há anos na cidade. Agora, os moradores que não terão mais o serviço dos ônibus coletivos, temem ter seus direitos negados como o uso do bilhete eletrônico, meia passagem dos estudantes e gratuidade garantidos por lei, além de sofrer com a falta de qualidade no serviço oferecido.

O assunto também está sendo pauta da Câmara de Vereadores. De acordo com o vereador Subtenente Muniz(Avante), essas linhas serão atendidas por veículos menores e todos os direitos dos passageiros serão garantidos. A informação foi divulgada em suas redes sociais, após se reunir com o Secretário de Mobilidade Urbana , Jackson Yoshiura, outros coordenadores e o vereador Ivan Cordeiro  (PTB) para discutirem o transporte público.

“ O Secretário de Mobilidade Urbana, junto com todo o seu staff de coordenadores, nos garantiu que nessa nova licitação serão contempladas todas as localidades. Em algumas linhas o serviço será prestado por veículos menores, porém todos devem ser adaptados a necessidades especiais e garantirem ainda todos os direitos dos passageiros, como uso de bilhete eletrônico, meia passagem e gratuidade a quem tem direito”, disse em sua postagem no instagram.

O Blog do Sena entrou em contato com prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação, solicitando o posicionamento sobre a insatisfação dos moradores com a exclusão das linhas da licitação do transporte coletivo e aguarda a resposta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.