Universalização dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário é meta da Embasa em Vitória da Conquista para os próximos anos

Atendendo 99,9% da população com serviço de abastecimento de água e 95% de cobertura em esgotamento sanitário da sede de Vitória da Conquista, a Embasa trabalha para ampliar e universalizar o acesso a esses serviços públicos à população do município. Desde 2007, quando os investimentos foram ampliados por meio do programa estadual Água para Todos, cerca de R$450 milhões foram destinados a obras de ampliação e melhorias dos sistemas de água e esgoto.

Em 2021, a Embasa completará 50 anos de existência, período no qual a empresa também atua em Vitória da Conquista, contribuindo diretamente para o crescimento econômico e social do município. No recorte dos últimos 14 anos, a Embasa registrou um aumento de 72% no número de ligações de água e de 185% no número de ligações de esgoto em relação ao quantitativo registrado em dezembro de 2006 em Vitória da Conquista.

Neste período, a Embasa ampliou o sistema de esgotamento sanitário (2013), implantou as adutoras do Catolé (2014) e Gaviãozinho (2017), ampliou o sistema de abastecimento para atender a Zona Oeste (2017), realizou obras de adensamento do sistema de esgotamento sanitário com implantação de novas redes coletoras e estações de bombeamento para atender bairros como Vila América, Morada Real, Recanto das Águas, Conveima I e II (2018/2019). Soma-se a esta lista, a entrega de obras de extensão de rede para atender diversas localidades da Zona Rural.

Neste momento, a Embasa está executando duas importantes obras que vão garantir segurança hídrica para o Sistema Integrado de Abastecimento de Água de Vitória da Conquista. A barragem do Catolé possibilitará o armazenamento de 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria II. Já a ampliação do sistema distribuidor aumentará a capacidade de distribuição de água tratada.

Além de atender ao crescimento da sede municipal e garantir a expansão dos serviços para as novas áreas da cidade, o Plano de Investimento (2021-2050) do contrato de programa prevê que a Embasa implante rede de água tratada e sistemas de esgotamento sanitário para possibilitar a cobertura de 90% de todas as sedes distritais do município. Para isso, estão previstos investimentos na ordem de R$362 milhões, dos quais R$262 milhões (78%) já nos próximos anos. Com isso, o serviço de abastecimento de água chegará a 100% em 2023 e esgotamento sanitário alcançará 95% até 2033 em todo o município.

Bahia | Universalização do acesso é um assunto que faz parte do planejamento e da gestão da Embasa há 14 anos. Os investimentos efetivados e entregues aos municípios de sua área de atuação, entre 2007 e 2020, junto com as ações do Governo do Estado somam o montante de R$ 9 bilhões e resultaram em aproximadamente mais 4 milhões de pessoas com acesso a água tratada e mais 2,5 milhões de pessoas com acesso a coleta e tratamento de esgoto.

Esses números são mais do que uma conquista para a Bahia que apresenta índices de cobertura de atendimento significativos no cenário nacional, considerando-se a extensão geográfica do estado e 2/3 do seu território situado em região semiárida com pouca disponibilidade hídrica. A Embasa atende 368 municípios com abastecimento de água, o que representa 88% do total de municípios baianos, e 103 com coleta e tratamento de esgoto. Nesta área, o acesso a abastecimento de água chegou a uma cobertura de 92% e o acesso a coleta e tratamento de esgoto chegou a 46%.

No último relatório do Sistema Nacional de Informações do Saneamento (SNIS), com dados de 2019, a Bahia alcançou um índice acima de 90% de atendimento com rede de água e um patamar entre 40% e 70% de atendimento com rede coletora de esgoto em área urbana. Mesmo não atuando em todos os 417 municípios da Bahia, o trabalho da Embasa foi decisivo para o alcance desses indicadores.

A capacidade econômico-financeira aliada a um plano sustentável de investimentos e parcerias com o setor privado para o cumprimento das metas de universalização em municípios com contratos vigentes, assim como a busca por eficiência por meio de inovação e cooperação técnica têm sido os caminhos trilhados pela Embasa para atuar neste novo cenário, sempre buscando atender as necessidades de usuários e dos municípios numa perspectiva regional.

Como resultado dessas ações realizadas nos últimos 14 anos, a Embasa registrou, no período, um aumento de 70% no número de ligações de água e de 187% no número de ligações de esgoto em relação ao quantitativo que existia em dezembro de 2006. Isso é um feito histórico, pois nunca ocorreu na Bahia e seus reflexos tanto na vida de milhões de pessoas, assim como na evolução dos indicadores sociais, econômicos e ambientais do estado são indiscutíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.