“Com a posse, o prefeito custa R$ 25 mil ao município sem trabalhar”, justifica Chico Estrella após votar contrariamente à posse de Herzem

A posse do prefeito Herzem Gusmão aconteceu remotamente nesta sexta-feira (08). A cerimônia foi precedida por uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Vitória da Conquista convocada a fim de deliberar sobre a mudança da Lei Orgânica, para que a posse fosse assim permitida.

Com 18 votos favoráveis, 1 contrário e uma ausência, os vereadores decidiram por empossar o prefeito virtualmente. O vereador Valdemir Dias (PT), líder da oposição, não pôde estar presente por estar em viagem.

O vereador Chico Estrella (PTC), pertencente à bancada de oposição ao prefeito, votou contrário à posse. Em entrevista ao Blog do Sena no fim da sessão, ele justificou que seu posicionamento se dá em virtude do gasto de dinheiro público com o gestor que não estará trabalhando em face do seu estado de saúde.

“A função de um vereador é tomar conta daquilo que é público. Eu não vi necessidade alguma de o prefeito tomar posse, ele está acamado em uma UTI. E agora vai custar aos cofres do município R$ 25 mil por mês sem estar trabalhando. Eu votaria sim pelo prolongamento do tempo necessário para ele se restabelecer e cumprir suas atribuições” justificou o vereador.

Estrella lembrou ainda que o tratamento ao qual Herzem está sendo submetido no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, é de ponta, diferentemente do que acontece com os conquistenses nos hospitais públicos.

“Nosso prefeito é um privilegiado, ele está no melhor hospital da América Latina, está com todos os cuidados médicos que medicina moderna pode lhe dar. Em detrimento a isso, nosso povo está aqui sem um respirador. Imagine quantos respiradores poderíamos comprar ao custo de R$ 25 mil reais por mês, que é o que o prefeito vai ganhar sem trabalhar. Nós não podemos admitir que isso aconteça com o dinheiro público. Essa é a minha resignação. Eu não tenho nada contra ele, torço pra que ele se restabeleça, venha assumir suas funções e perceba seu salário quando estiver exercendo sua função”, afirmou o vereador.

Mesmo empossado, Herzem deve continuar afastado. Assim, o município será gerido pela vice, Sheila Lemos, que está como prefeita interina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.