Eleições 2020: “bandeirinhas” recebem até R$1.000,00 para o trabalho de divulgar candidato em pontos estratégicos da cidade

Essa cena se repete durante as eleições todos os anos, em Vitória da Conquista. Eles passam horas em pé, com bandeiras nas mãos, na tentativa de convencer os eleitores de que o candidato de cada um é merece a confiança e o voto. Alguns são mais animados, outros preferem a discrição e ficam geralmente em pontos estratégicos como esquinas ou cruzamento das principais avenidas da cidade.

Agora, há pouco menos de 30 dias para as eleições municipais 2020, é possível encontrar as chamadas “bandeirinhas” com mais frequência nas ruas. Com adesivos e camisetas do seu candidato a vereador e prefeito, e respectivos partidos, é possível encontrar trabalhadores, homens e mulheres, de diferentes idades e condições financeiras. O trabalho é informal, temporário e tem dia e hora para terminar. Os trabalhadores são contratados pelos candidatos e recebem entre R$700,00 e R$1.000,00 pelo serviço.

Este ano, devido a pandemia do novo coranavírus, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) proibiu algumas ações que eram bem comuns nas eleições municipais, mas as bandeiras estão permitidas, desde que não atrapalhem o trânsito de pessoas e veículos, no período entre 6h e 22h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.