“Conquista precisa voltar a ter uma gestão que seja transparente, democrática e participativa”, defende dirigente municipal do PSB

O dirigente municipal do PSB em Vitória da Conquista, professor José Carlos, disse em entrevista concedida ao Blog do Sena que a construção de uma frente democrática na cidade se faz urgente e necessária. Segundo ele, o município tem perdido muito nos últimos quatro anos e precisa voltar a ter uma gestão que seja transparente e, sobretudo, participativa.

“A gente não consegue nem dizer que Conquista teve algo de novo com relação a diversas áreas. Não tivemos nada que fosse estruturante. Muito pelo contrário. Nós temos um sistema público de transporte destruído, uma saúde que é tida como referência, mas que muito perdeu. Já na educação, a gente vê os conflitos entre os educadores e a atual gestão, sem que haja uma resolução”, comentou.

Para ele, a coligação formada, até o momento, por PT, PSB, PCdoB e PDT não irá  enfrentar somente a chapa do atual prefeito. “Nós vamos enfrentar o partido de Eduardo Cunha. Vamos enfrentar Roberto Jefferson, Jair Bolsonaro, pessoas que apoiam a ditadura e o autoritarismo. Essa união é para o enfrentamento desse setor reacionário, que atrasa a vida do país, e que é representado na cidade por Herzem Gusmão”.

Ainda de acordo com José Carlos, trata-se de uma união que não acontece somente a nível local, mas que é reflexo de um movimento que vem tomando conta do país. O professor acredita que Vitória da Conquista, inclusive, pode ser “um farol para diversos outros locais se partidos de esquerda, centro-esquerda e progressistas começarem a dar exemplo de que é possível construir algo novo a partir da unidade”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.