Vitória da Conquista perde central de regulação de leitos hospitalares

Desde o dia 06 de maio, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) centralizou a regulação de leitos do estado em Salvador. Antes da mudança, o sistema de regulamentação possuía uma sede regional em Vitória da Conquista e era operado por médicos reguladores locais. Médicos plantonistas da região e imprensa conquistense criticaram a medida do Governo do Estado.

Em Carta Aberta à imprensa, datada do dia 25 de maio, os médicos plantonista relatam que após a centralização da regulação “estão enfrentando dificuldades para transferir seus pacientes dos hospitais de baixa complexidade para os hospitais de maior porte”. “Antes o sistema de regulação (…) era operado por médicos reguladores locais, que conheciam a realidade da região sudoeste, as limitações dos serviços de saúde e o fluxo era organizado de acordo com a capacidade das unidades hospitalares. Dessa forma, a análise dos casos clínicos era realizada em tempo hábil, possibilitando a priorização na transferência dos pacientes mais graves para os hospitais de referência da região ou do estado”, diz a carta. “Os médicos reguladores também participavam de discussão clínica com os respectivos plantonistas das cidades menores, auxiliando na condução do tratamento, o que infelizmente se perdeu após a mudança”, completam.

A Carta pontua ainda que “a consequência da centralização da regulação de leitos de um Estado tão grande como a Bahia, é a desorganização e retrocesso na forma de transferir os pacientes e isso fatalmente resulta em agravamento dos casos, piora dos prognósticos, atraso nos tratamentos e em último caso, no óbito de pacientes tratáveis”.

O tema foi destaque também no Programa Redação Brasil, na manhã desta terça-feira (02). O radialista Deusdete Dias questionou o silencioso local diante da mudança. ” Nós estamos dependendo de Salvador em relação a central de marcação. Estamos perdendo as coisas e nos calando. Como retira a central e não falamos nada. Não podemos perder mais isso”, indignou-se.

Segundo informações obtidas pelo Blog do Sena, o Conselho Municipal de Saúde de Vitória da Conquista deve debater a situação, em reunião on-line, ainda na manhã desta terça-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.