Região: Após fuga de abordagem, motorista é preso por dirigir alcoolizado, desacatar e ameaçar equipe da PRF na BR 116

A ação foi registrada no Km 677 da BR 116, trecho do município de Jequié, no sudoeste baiano.

Era por volta das 19h25, equipe da PRF realizava fiscalização na rodovia voltada ao enfrentamento a criminalidade quando visualizou o condutor da F250 efetuar uma conversão em local proibido ao avistar a viatura policial. Os agentes federais também perceberam que o motorista dirigia em “zigue-zague” na rodovia e na contramão da direção, colocando em risco a segurança de todos.Com isso, iniciou-se um acompanhamento tático e o condutor transitou em velocidade incompatível com as vias, sem observar as normas gerias de circulação e conduta prudente no trânsito, bem como desrespeitou às sinalizações dos trechos durante a fuga.Os PRFs conseguiram interceptar o carro após 6 quilômetros e durante a abordagem identificaram no motorista sinais de que havia ingerido bebida alcoólica, como dificuldade no equilíbrio, olhos vermelhos, forte odor de álcool no hálito. No interior do veículo foram encontradas garrafas e latas de cerveja.

 homem, de 54 anos, foi submetido ao teste de etilômetro, cujo resultado indicou 0,84 mg/L de álcool por litro de ar alveolar expelido pelos pulmões, comprovando a embriaguez. O teste no aparelho apresentou índice quase 3 vezes maior do valor considerado como crime que é de 0,34 mgL.O condutor apresentou descontentamento com a ação policial e de forma agressiva fez ameaças de morte contra os policiais como “vocês vão me pagar”, “meus pistoleiros visitarão vocês”.Diante do cenário, o homem foi preso em fragrante pelos crimes, em tese, de embriaguez na direção de veículo automotor, previsto no art. 306 da Lei nº 9.503/97 – CTB e mais os arts. 147 (ameaça) e 329 (resistência), ambos do Código Penal. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Jequié (BA) e apresentado à autoridade policial de plantão.Além de detenção por crime de trânsito, a multa por alcoolemia custa R$ 2.934,70, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O valor da multa é duplicado em caso de reincidência. Ademais, ocorre a penalidade administrativa que suspende ou proíbe o motorista de obter a habilitação ou permissão para dirigir veículo automotor por um período de 12 meses.A PRF alerta sobre as consequências da combinação de álcool e volante e atua no policiamento ostensivo e preventivo, sendo priorizada a fiscalização de condutas de risco como ultrapassagens proibidas, alcoolemia ao dirigir, dentre outras, com foco na redução de acidentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.