Ronaldinho Gaúcho é enviado para prisão de segurança máxima


Ronaldinho Gaúcho e seu irmão Roberto de Assis foram detidos e levados para o presídio na noite desta sexta-feira (6), no Paraguai. Os irmãos são investigados por uso de documentação falsa desde a quarta-feira (4) e, até então, estavam sob custódia no quarto de hotel em que estavam hospedados.

Os dois passaram a noite em uma cela da Agrupación Especializada da Polícia Nacional, considerada um presídio de segurança máxima em Assunção. À AFP, o advogado do atleta e seu irmão, informou que “a detenção ocorreu por ordem de um promotor que não tem participação no expediente. Esta prisão é algo incomum”. Marín afirmou ainda que “não sabemos sequer sob que acusação foram detidos”.

O Ministério Público do Paraguai havia desconsiderado a possibilidade de deter os irmãos, informando que eles teriam livre circulação para retornar o Brasil. Contudo, confirmou a ordem de prisão. O juiz Mirko Valinotti desconsiderou a recomendação dos promotores de não acusar formalmente os irmãos, que garantiram terem sido enganados pelo empresário Wilmondes Sousa Lira, que os forneceu os documentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.