João Doria nega ser ele em vídeo de orgia com mulheres vazado no WhatsApp

Um vídeo de uma suposta orgia que o ex-prefeito de São Paulo e candidato do PSDB ao Governo paulista, João Doria, teria participado, vazou nas redes sociais na tarde desta terça-feira (23).

Em nota, segundo Lauro Jardim, do jornal O Globo, a equipe de Doria responsabilizou Márcio França pelo vídeo e alegou que as imagens, gravadas poucos dias após o 1º turno, são uma montagem.

Todos os aliados de Doria têm atribuído a Márcio França o vazamento e a edição das imagens. França é o adversário do ex-prefeito na disputa pelo Governo de São Paulo. Os dois estão empatados tecnicamente.

Nas imagens, que circulam no WhatsApp, um homem aparece cercado de mulheres nuas em uma cama.